quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Wearable Wednesday

Nenhum comentário:
No último dia 12 de novembro, participei da 3a. edição Wearable Wednesday a convite da Luca Toledo.

As "Wearable Wednesdays" foram idealizadas pela Wearable World, cuja sede fica em San Francisco, Califórnia. Os encontros giram sempre em torno do ecossistema das tecnologias vestíveis (wearables) e da Internet das coisas (IoT - Internet of things). Este evento acontece em outras cidades ao redor do mundo como Barcelona, Londres, Nova York e Dublin, além de São Paulo e San Francisco, claro. Nesta edição, o tema geral foi o movimento maker no Brasil.

Minha palestra foi sobre "Acessibilidade e hardware livre" e falei sobre projetos de tecnologias assistivas em hardware livre que desenvolvi no laboratório em que trabalho. Como o público era diversificado, tratei dos conceitos de Acessibilidade e hardware livre, além de mostrar alguns dados do Censo 2010 sobre pessoas com deficiência.

Veja abaixo a apresentação que usei:


terça-feira, 5 de agosto de 2014

Advanced Learning - parte 2

Nenhum comentário:

Há algum tempo atrás, falei sobre um capítulo de livro que escrevi. O tema é bastante relacionado à minha dissertação de mestrado e trata, essencialmente, do processo de desenvolvimento de software para plataformas móveis, dando atenção especial para o projeto One Laptop per Child (OLPC).

Volto a falar neste assunto porque recebi um e-mail da editora dizendo que o capítulo atingiu 6000 downloads. Achei bastante impressionante e resolvi compartilhar.

O capítulo, assim como os demais do livro, estão sob licença Creative Commons. Fique à vontade para ler e compartilhar também!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Aumentando o espaçamento no GNOME Terninal

Nenhum comentário:

Por padrão, o terminal do Ubuntu não tem nenhum espaçamento entre as bordas da janela e o conteúdo do terminal em si. Isso sempre me incomodou, mas encontrei uma maneira de resolver isso há pouco tempo atrás no Ask Ubuntu.

A biblioteca GTK 3 usa arquivos CSS para determinar a aparência dos aplicativos, permitindo controlar os temas usando apenas as configurações destes arquivos de estilo, quase como numa página HTML.

Tudo o que você precisa fazer é criar um arquivo de estilo ~/.config/gtk-3.0/gtk.css com o seguinte conteúdo:

TerminalScreen { -VteTerminal-inner-border: 3px 6px 3px 6px; }

Eu usei os valores acima, mas fica a seu critério modificar. Como em um CSS de página HTML, é possível atribuir valores para o espaçamento nas laterais, superior e inferior. Na imagem abaixo, veja a diferença entre a janela com espaçamento (acima) e sem espaçamento (abaixo).

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Root no Razr i (sem desbloquear o bootloader)

Nenhum comentário:

O Razr i não é exatamente um campeão de vendas, mas um desenvolvedor no XDA (jcase) deu uma atenção especial para o aparelho e desenvolveu um método habilitar root sem desbloquear o bootloader. Em outras palavras, você não precisa passar por aquele processo relativamente complicado da Motorola para conseguir destravar o aparelho e conseguir o acesso ao root.

O procedimento é bem simples, você apenas precisa dos arquivos deste link e do abd. Eu fiz usando Ubuntu, mas deve funcionar em qualquer sistema operacional. No terminal, use os seguintes comandos:

adb push su /data/local/tmp/
adb push rootme.sh /data/local/tmp/
adb push TwerkMyMoto.jar /data/local/tmp/
adb shell chmod 755 /data/local/tmp/rootme.sh
adb shell /data/local/tmp/rootme.sh
adb reboot
adb shell /data/local/tmp/rootme.sh

Depois disso, instale o SuperSU do Google Play e aproveite! Pode ficar tranquilo, o projeto é de código aberto e está no GitHub.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Utilização de aplicativos em sala de aula

Nenhum comentário:

Há algum tempo atrás, Nathalia e eu fomos convidados pelo SINSESP (sindicato das secretárias e secretários de SP) para ministrar um mini curso sobre uso de aplicativos em sala de aula.

O sindicato oferece uma série de cursos de aperfeiçoamento profissional para professores interessados, e um dos temas solicitados foi justamente como tirar proveito de tecnologias da informação e comunicação em educação. O público foi relativamente diversificado em termos de fluência digital, e quando nos passaram esta informação, resolvemos estruturar o curso de maneira mais introdutória.

O curso aconteceu no dia 18/05 /2013, teve duração de aproximadamente 3 horas e meia, e três partes, basicamente. Na primeira, fizemos uma introdução nos conceitos de pedagogia de projetos e aprendizagem com mobilidade (mobile learning), além de um glossário de tecnologias da informação e comunicação.

Na segunda, mostramos alguns recursos digitais disponíveis para uso em sala de aula, como canais de vídeo, repositórios de conteúdo e redes sociais. Outro tópico abordado foi o de como fazer melhores buscas na Internet (um tópico que parece óbvio, mas não é tanto assim). Além disso, abordamos alguns jogos e aplicativos para celular com potencial de exploração em aprendizagem.

Por último, propusemos uma atividade prática. A atividade consistiu em modificar um plano de aula, a fim de incluir o uso de recursos tecnológicos. Foram formados grupos de trabalho, com disciplinas distintas.

O material usado no curso está disponível neste link. Aproveito também para agradecer o convite e também a participação do público durante a apresentação. Foi uma ótima experiência para mim.